JAZZ E VINHO FESTIVAL

» Aconteceu

JAZZ E VINHO FESTIVAL

25 de agosto de 2017


Evento reúne destaques e novidades do jazz em São Paulo e Porto Alegre.

Nos bares, casas noturnas, clubes de jazz e blues espalhados pelo mundo, as pessoas sempre
ouviram música com o acompanhamento de sua bebida preferida. Pensando nisso, a Opus
Promoções e a Branco Produções dão sequência à série de festivais que unem música e
gastronomia. Em agosto, ocorre a edição Jazz e Vinho Festival, que passará por São Paulo, no
dia 24, no Teatro Bradesco e Porto Alegre, no dia 25, no Teatro do Bourbon Country. 

Entre os músicos confirmados na edição Jazz e Vinho estão Femi Temowo, guitarrista britânico
que já tocou com nomes como George Benson, The Roots e Amy Winehouse; Luísa Sobral, uma
das compositoras e cantoras mais importantes da nova geração de músicos portugueses, além
do retorno dos animadíssimos canadenses da Shuffle Demons.

No foyer dos teatros estarão à venda uma variada Seleção de vinhos Decanter e opções
culinárias. Os preços serão compatíveis com o mercado e as vinícolas participantes serão as mais
conceituadas.

A série de festivais, com shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, já realizou o evento
Tango y Vino, em junho. E ainda em 2017, realizará além do Jazz e Vinho, o Blues'N'Whiskey.
Oportunidades perfeitas de harmonizar o melhor da música ao sabor de virtuosas bebidas.

 

Femi Temowo

O compositor, guitarrista e cantor multipremiado Femi Temowo, apresentou The Music Is The
Feeling - seu terceiro e mais ambicioso álbum, com participações de The Engines Orchestra,
Michael Olatuja, Troy Miller, Karl Rasheed-Abel, Thomas Dyani and Ernesto Simpson. Em algum
lugar entre o povo africano ocidental e o jazz, o álbum canaliza os sons da infância de Femi
crescendo como garoto na Nigéria, ouvindo pioneiros como Fela Kuti, Sunny Ade e Ebenezer
Obey. O amor do groove e do lirismo é a parte central do seu som. Não é nenhum segredo que
Femi Temowo tem uma enorme variedade de influências e experiências para aproveitar - de
tocar jazz com Soweto Kinch e George Benson, para o hip hop com The Roots e de ter trabalhado
com Amy Winehouse.

 

Luísa Sobral

Luísa Sobral é uma das compositoras e cantoras mais importantes da nova geração de músicos
portugueses. Em 2016 editou “Luísa” que é apresentado ao vivo pelo país. O disco foi gravado
em Los Angeles, no mítico United Recording Studios, por onde já passaram nomes históricos
como Frank Sinatra, Ray Charles, Ella Fitzgerald, Jay-Z, Radiohead e U2. Ao leme da produção
esteve Joe Henry, vencedor de três Grammy Awards, que assina trabalhos de músicos como Elvis
Costello, Solomon Burke, Beck e Madonna. Foram sobretudo os espetáculos e as participações
televisivas especiais, como a que assegurou no programa de Jools Holland, na BBC, que
impulsionaram o seu percurso. Espanha, França, Suíça, Alemanha, Inglaterra, Marrocos, China,
Namíbia, Zimbabwe e África do Sul já figuram entre as suas escalas. Luísa compôs a canção
“Amar pelos Dois”, que foi interpretada pelo irmão, Salvador Sobral, no festival europeu
Eurovision. A música ganhou a edição de 2017, sendo a primeira vez que um intérprete
português venceu o concurso. Esse ano, a artista apresenta ao público brasileiro suas canções.

 

Shuffle Demons

Richard Underhill (sax alto, vocais), Perry White (sax tenor, vocais), Kelly Jefferson (sax tenor, vocais), Julian Anderson-Bowes (baixo acústico, vocais), Stich Wynston (bateria, vocais) retornam ao Brasil para o Jazz e Vinho Festival com sua inusitada e alegre combinação de funk, jazz, pop e rap. Originária de Toronto, no Canadá, Shuffle Demons se lançou pela primeira vez na cena musical canadense com uma fusão musical eletrizante a partir de Sun Ra, Charles Mingus, Run DMC e os Beastie Boys. Todas as suas atuações, com divertidas performances, atraem multidões de público. Ao longo de sua carreira, o Shuffle Demons lançou oito CDs, dois vídeos de sucesso, ganhou vários prêmios de música, realizou inúmeras aparições de rádio e TV e excursionou nacionalmente e internacionalmente, incluindo vinte e cinco turnês pelo Canadá, cinco norte-americanas, dezesseis turnês europeias, além de shows no México, Índia, China, Japão, Tailândia, Coreia do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Aruba e Cuba. O grupo já participou de alguns dos principais festivais do jazz, ao redor do mundo, como Montreal (Canadá), North Sea (Holanda), Jazz a Vienne (Áustria), Outside in Jazz (Austrália), Yokohama Jazz Pomenade (Japão), Bangkok International Festival of Music and Dance (Tailândia), Jarasum Jazz (Coréia do Sul), Taranaki Arts Fest e Dubbo Jazz Fest (Nova Zelândia e Austrália), Zacatecas Cultural Festival (México) e Beijing Jazz (Índia).

» Compartilhe:

» Comentários

Nenhum comentário postado até o momento.

» Eu fui

Nenhuma foto enviada até o momento.

» Calendário de Eventos

» Newsletter

Cadastre-se para receber nossa newsletter e participar de promoções.


© 2020 Opus Entretenimento