A PAIXÃO SEGUNDO NELSON

» Aconteceu

A PAIXÃO SEGUNDO NELSON

Uma Farsa Musical Brasileira

17 de março a 14 de abril de 2016


O espetáculo musical A Paixão Segundo Nelson - uma farsa musical brasileira, estreia em São Paulo (de 17 de março a 17 de abril no Teatro Bradesco), após turnê de sucesso iniciada no Nordeste entre os meses de janeiro e fevereiro e Rio de Janeiro em março. O musical fez apresentações em Natal, Recife, Fortaleza e Rio de Janeiro.

A peça é uma colagem de textos de Nelson Rodrigues, mas o que torna a peça especial é o fato de não ser baseada em seus textos teatrais. Nas palavras do cantor e músico Zeca Baleiro, responsável pela colagem de diversos textos de Nelson Rodrigues como “A Vida Como Ela É”, “Myrna – Não Se Pode Amar e Ser Feliz ao Mesmo Tempo”, “A Cabra Vadia”, e “À Sombra das Chuteiras Imortais”, “a proposta é fazer um espetáculo original, compilando várias facetas das obras de Nelson Rodrigues”. O elenco é composto por nomes como Vanessa GerbelliHelena RanaldiJarbas Homem de MelloRui Rezende,Roberto CordovaniMarcos Lanza, Giselle Lima e Lula Lira. A direção fica a cargo de Debora Dubois.

Debora é diretora de teatro desde 1998 e seus mais recentes espetáculos foram: “Lampião e Lancelote”, premiado 11 vezes, e baseado no livro homônimo de Fernando Vilela, “Toro Negro”, espetáculo de dança Flamenca e o musical “Rita Lee Mora ao Lado”. Seus trabalhos renderam dezenas de indicações e conquistaram diversos prêmios. Para essa montagem ela destaca que já tinha trabalhado com Zeca Baleiro e por ser fã de Nelson Rodrigues surgiu a vontade de encenar algo relacionado a ele. “Já havíamos trabalhado juntos em dois espetáculos e tínhamos o desejo de fazer alguma encenação baseada na obra do Nelson. E então, já não lembro como, veio o insight: vamos colar os textos do Rodrigues - conselhos sentimentais, memórias, confissões e os contos suburbanos e vamos fazer um musical”, afirma ela.

A ação se passa nos anos 50, no ambiente de uma rádio fictícia, “A Voz do Rio”, onde os dramas suburbanos do famoso escritor, jornalista e dramaturgo, são vividos entre programas esportivos, de conselhos sentimentais, musicais e rádio novela. A trilha, composta originalmente para o espetáculo, traz músicas de cantores do rádio e jingles de produtos da época, todos fictícios.

“Apesar de considerar suas peças brilhantes, acho que a melhor literatura do Nelson está nos textos jornalísticos”, comenta Zeca Baleiro, criador das músicas e jingles cantadas ao vivo no espetáculo. Produzido pela Brancalyone Produções e Fidellio Produções, a peça, após apresentações no Nordeste, seguirá para temporadas no Rio de Janeiro e São Paulo.

 

» Compartilhe:

» Comentários

Nenhum comentário postado até o momento.

» Eu fui

Nenhuma foto enviada até o momento.

» Calendário de Eventos

» Newsletter

Cadastre-se para receber nossa newsletter e participar de promoções.


© 2021 Opus Entretenimento